Notícias

Estações Elevatórias de Esgoto são monitoradas em tempo real

Estações Elevatórias de Esgoto são monitoradas em tempo real


Um moderno sistema de monitoramento e controle está sendo utilizado em Serra para otimizar e garantir mais eficiência na prestação dos serviços de esgotamento sanitário no município. Trata-se de uma tecnologia de ponta que conta com ferramentas de automação que permitem avaliar e acompanhar em tempo real como está a operação das Estações Elevatórias de Esgoto, monitorando itens como bombas, vazão, volume e frequência.

 

Atualmente, o sistema já foi implantado e está em funcionamento em 60 Estações Elevatórias de Esgoto (EEE), na Serra. A estimativa é que, até o final deste ano, sejam 139 estações monitoradas pelo Centro de Controle Operacional (CCO) da Ambiental Serra, parceira público-privada da Cesan para esgotamento sanitário.

 

Segundo o gerente de operações da Ambiental Serra, Arildo Paulo Viana Júnior, o CCO já é uma inovação utilizada pelas empresas, que no caso das concessionárias responde pela supervisão e pelo controle de todo o sistema de esgoto existente no município.

 

“O CCO nos permite acompanhar a gestão de todos os ativos da rede de esgoto, a programação dos serviços, instalações e equipamentos, visando agir de forma preventiva frente a qualquer intercorrência”, afirma. “Além disso, garantimos mais segurança e eficiência na prestação de nossos serviços”, completa.

 

O grande diferencial para que o CCO funcione de forma integrada, otimizada e precisa, são as automações instaladas em cada EEE, além do uso de um software de última geração que auxilia  no serviço de monitoramento. “Trata-se do Elipse, que permite avaliar como está a operação das bombas, vazão, volume, frequência, entre outros aspectos, e emitir essas informações para os técnicos do CCO”, reforça.

 

Para garantir o monitoramento e o controle preciso e em tempo real, Arildo explica que foi necessário o uso de alta tecnologia em todo sistema. Desta forma, a equipe consegue identificar qualquer variação ou intercorrência na operação, permitindo que ela se mobilize para agir de forma preventiva, conferindo mais segurança operacional.

 

Ao todo, somente na Serra, a empresa já implantou um total de 189 km de nova rede de esgoto, além da modernização das redes já existentes, e construiu 20 novas estações elevatórias de esgoto. O objetivo é universalizar todo sistema de esgotamento sanitário na Serra, até 2022, e em Vila Velha, até 2026.

De: 31/07/2019
Por: Iá Comunicação

LEIA +


Filtrar por data
até Filtrar por assunto

PUBLICIDADE